5 Erros tipicamente cometidos por brasileiros

Welcome!

Tenho dado aulas de inglês, seja pra brasileiros ou estrangeiros, desde 2012 e com o tempo a gente começa a ficar ligado nos erros típicos de cada nacionalidade. Sejam eles em gramática, vocabulário, pronúncia e até mesmo escrita. Esses erros podem surgir por excesso ou falta de associação. Peguemos a palavra “saudade(s)”, por exemplo. É um sentimento que não existe equivalente em inglês. Geralmente, o aluno começa a falar sobre sua família, amigos e pets que estão no Brasil e traduzem a frase “Eu tenho saudades dos meus gatos” I have…” e a próxima palavra falta. Ela é não existente nesse contexto. Exemplos como esse são inúmeros entre o português e o inglês e vou deixar aqui alguns erros tipicamente cometidos por brasileiros que estão aprendendo a usar o inglês.

1. “I have 33 years old

Aqui um simples deslize que acontece até com os alunos de Upper-Intermediate ou de Advanced. Duas coisas estão acontecendo aqui. Uma delas é a tradução direta e a falta de entendimento da ideia de idade em outra língua/cultura. Em inglês, have é usado sempre que estamos falando de POSSE.

  • I have a car. (o carro é meu, ele é minha posse, ele me pertence)

No caso da idade, em inglês, nós não TEMOS a idade, nós ESTAMOS com aquela idade. Logo, usamos o verb to be, que sempre vai junto da grande maioria dos adjetivos (sad, happy, bored, tired, 10 years old).

  • I am 33 years old. (estou com 33 anos de idade hoje. Em breve, isso vai mudar)

2. “I don’t use my shoes at home

Mais uma vez, entender o conceito de algumas palavras pra gente usar o verbo correto nas situações corretas, sem causar desentendimentos com o interlocutor é muito importante. O verbo to use está ligado ao fato de fazer uso de alguma coisa para um fim específico.

  • I use my shoes to kill bugs at home.
  • I use my computer to work.

No caso de vestimentas e tudo o mais que vai no corpo com o intuito de cobrir ou embelezar, vamos usar o verbo to wear.

  • I don’t wear shoes at home.
  • I need to wear make up at work.

3. “There were 100 peoples at the party last night

Se tem uma coisa que é irritante em inglês, eu sei, são plurais irregulares. Aqueles que não usam “s” no final das palavras. Vale tanto pra people, quanto pra feet, teeth, geese, mice, children, etc.

  • I have three childrens.
    • I have three children.
  • I hurt my foots yesterday.
    • I hurt my feet yesterday.
  • I don’t like mouses.
    • I don’t like mice.

4. “Have a party in my house next Saturday”

Esse verbo to have é mesmo um divisor de águas na vida do aluno. Assim que a gente aprende que usamos ele só para expressar POSSE, esses errinhos vão acabar, com certeza. Quando falamos de empty subject, ou seja, não existe um he, she, it, you, we, etc, usamos There to be. Serve pra passado, presente, futuro, usar com modal verbs, e está correto.

  • There is a party in my house next Saturday.
    • Usamos there is quando é uma coisa no singular.
  • There was a party last night.
    • Usamos there was quando é uma coisa no singular E no passado.
  • There has been an increase in Covid-19 cases in New Zealand.
    • Usamos there has/have been quando usamos o Present Perfect

E por aí vai… Ensinamos esse tópico no intermediate e fazemos uma boa revisão e aprofundamento no Upper-Int, mas o there to be aparece nos livros desde o Elementary, em textos e áudios.

5. “monday i’ll visit my brazilian friends. They arrived in march”

Esse exemplo mostra a não-versatilidade do inglês na escrita. Devemos ter muito cuidado ao escrever algumas palavras, principalmente se formos fazer um teste de inglês como o IELTS. Em inglês, palavras que representam QUANDO (last night, yesterday, etc), devem ir ao final da frase. Além disso, DIAS DA SEMANA, os MESES DO ANO, NACIONALIDADES, e o pronome EU, devem SEMPRE começar com letra maiúscula.

  • I’ll visit my Brazilian friends on Monday. They arrived in March.

Falamos mais sobre word order nesse post aqui.

Claro que, em alguns casos, o contexto ajuda e o interlocutor até vai entender você quando estiverem conversando, mas é sempre bom saber um pouquinho mais para evitar falhas na comunicação. Caso você esteja iniciando sua jornada, fique de olho nesses errinhos e preste atenção para não cometê-los com tanta frequência. O importante é a mensagem ter sido entendida!

Aos pouquinhos eu vou atualizando o blog com mais posts, mas o projeto segue firme e forte.

Espero que tenha gostado da leitura de hoje e não se esqueçam de se inscreverem no blog para não perder os próximos posts.

See you next time
Cheers!
Teacher Rod

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: