Como é o sotaque da Nova Zelândia?

G’day, everyone!

Muitas vezes me deparo com os alunos dizendo que o inglês falado na Nova Zelândia é mais difícil do que o dos EUA. Concordo que não é tão simples, mas não é um bicho de sete cabeças! Quando eu cheguei aqui em Auckland e fui fazer minha entrevista para dar aulas de inglês, conversei com uma senhora kiwi que havia morado em diversos cantos do mundo e falava um inglês claro, mas bem diferente do que eu estava acostumado a ouvir nos filmes e músicas (americanos e britânicos). Não demorou para eu conversar com outros kiwis de backgrounds diferentes e perceber que o “buraco” era muito mais fundo!

Apesar de pequena, a Nova Zelândia é um país formado por MUITO imigrantes, principalmente de outras pequenas ilhas do pacífico como Fiji, Nova Caledônia, Tonga, Samoa, Rarotonga ou Vanuatu, e por cidadãos de países próximos daqui, como China, Índia, Austrália, Filipinas, Singapura entre outros. A NZ também recebe muitos refugiados Sírios, Iranianos, Iraquianos, Paquistaneses, entre outros.

Assim, como classificar o sotaque Neo-zelandês? Bom, de maneira geral, ele é um sotaque com o “pé” muito mais no sotaque britânico do que no americano, mas com muita influência do sotaque australiano pelo contato próximo e intercâmbio de colonos entre as duas ex-colônias britânicas.

As características mais marcantes do sotaque neo-zelandês são:

  • Vogais que mudaram o som:
    • /æ/ para /e/: A palavra chat soa como “chet“, o nome Adam soa como Edam
    • /e/ para /ɪ/: A palavra pen soa como pin, dead soa como did, left como lift e deck soa como dick
    • /ɪ/ para /ə/: A palavra sit soa como “sît”
    • /ɪə/ para /eə/: A palavra beer soa como bear

Assista o comercial de natal da Air New Zealand abaixo que brinca um pouco com o sotaque. Ele é bem interessante porque é bem visual e ajuda a entender essas diferenças.

Air NZ TV Ad

Vou deixar esse outro clip aqui embaixo que faz uma leve sátira com o som de /e/ para /ɪ/:

He may be dead”

Fora as diferenças em sons, também temos a diferença de entonação. O kiwi sempre tende a terminar uma frase com uma entonação que “sobe”, o que confunde muito quem está ouvindo pois parece que sempre tem mais coisa a ser adicionada nas frases, como se fosse uma lista.
Os entrevistados no vídeo abaixo usam essa característica naturalmente:

Notícia da TVNZ

E, pra finalizar, vou deixar um vídeo de uma campanha da agência de trânsito. O vídeo é sobre conscientizar a população a dirigir dentro dos limites de velocidade e a conversa no carro é bem perto do coloquial e do que seria no dia-a-dia de quem trabalha como um tradie – onde a maioria dos trabalhadores são de origem Maori-Pasifika.

Campanha de conscientização no trânsito da NZ

Então, o que acharam? Eu demorei muito pra me acostumar com o sotaque daqui, principalmente por estar muito mais perto dos alunos do que dos locais. Quando conseguimos fazer a TV funcionar aqui pra assistir o freeview (canais de TV abertos) nosso listening melhorou muito e conseguimos nos adaptar melhor no dia-a-dia. Sempre que possível, recomendo meus alunos a ouvirem rádios/podcasts locais, assistir TV local e evitar assistir somente séries de Netflix e/ou filmes.
Procurando no YouTube a gente sempre acha alguma coisa legal da Nova Zelândia pra assistir.

Espero que tenha gostado da leitura de hoje e não se esqueçam de se inscreverem no blog para não perder os próximos posts.

See you next time
Cheers!
Teacher Rod

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: