Ser educado em inglês

G’day, TOP STUDENTS!

Depois de quase um mês no Brasil, comecei a perceber algumas coisas diferentes no uso da língua portuguesa em relação ao inglês. Coisas simples, do dia-a-dia e que não percebemos o “erro” por uma questão cultural. Sabe quando você está em um bar e chama o garçom: “Amigo, me vê uma água.” ou “Parceiro, mais uma cerveja.” ou “Me dá uma costela, duas porções de frango e uma coca litro.”. Às vezes até rola um “por favor” no final da frase mas, se formos traduzir essas mesmas frases pro inglês, a gente passa vergonha – por ser grosseiro! Vamos ver algumas situações juntos. Shall we?

Ser educado em um restaurante

Em português brasileiro usamos expressões como “me dá”, ou “me vê”, ou “eu quero”, ou “eu queria” e não vamos entrar no aspecto sócio-cultural das expressões e, sim, em como isso se traduz pro inglês e quais outras opções usar para não sermos mal-entendidos.

  • Amigo, me dá uma água, por favor.
    • Não usar: Mate, give me some water, please.
    • Usar: Excuse me, can I have some water, please?
    • Explicação 1: Use o “excuse me” para chamar a atenção de alguém que você não sabe o nome e forme a pergunta com “Can I have…, please?” para tratar a pessoa com mais respeito.
    • Explicação 2: o uso de “give me” soa como um bebê mimado na cabeça do falante nativo de inglês.
  • Eu quero/queria a porção de fritas com bacon.
    • Não usar: I want chips with bacon.
    • Usar: I will have the chips with bacon, please. ou I think I’ll have the chips with bacon, please.
    • Explicação: Usar “I’ll have….please” também soa respeitoso e é uma opção para o “Can I have…please”
    • Explicação 2: Usar “I want…” também soa como uma criança ou bebê mimado. Também podemos usar “I would like the chips with bacon, please.” para soar bem educado e também formal.

Ser educado em situações cotidianas

Seja para saber como chegar em algum ponto turístico, pedir informações para desconhecidos na rua, ou para dizer que não entendeu e gostaria que a pessoa repetisse, aqui vão algumas situações onde a gente precisa tomar um certo cuidado e usar bom inglês é indispensável.

  • Amigo, onde é que fica o Banco do Brasil aqui?
    • Não usar: Mate, where is the bank here?
    • Usar: Excuse me, do you know where the bank is?
    • Explicação 1: Mais uma vez, falar com alguém que você não conhece, pede o uso de “excuse me“.
    • Explicação 2: Usar “indirect questions” é uma excelente escolha para soar educado. Mais detalhes sobre as “indirect questions” na próxima sessão do post.
  • Oi. Como é que eu faço pra chegar na praia por essa rua?
    • Não usar: Hi. How do I get to the beach from here?
    • Usar: Excuse me. Do you know how I can get to the beach from here?
    • Explicação 1: Olha o “excuse me” lá de novo.
    • Explicação 2: O uso de “Do you know how…?“, ou “Do you know where…?” é sempre recomendado quando queremos alguma informação e queremos ser educados.
  • Quê/Como?!?!?!
    • Não usar: What?!
    • Usar: Pardon? ou Sorry. Can you repeat, please?
    • Explicação 1: O uso de “what?” é para situações mais informais e de “incredulidade” ou indignação.
    • Explicação 2: Entonação também vai ditar a maneira como a sua mensagem é recebida e isso é bem parecido no Brasil e outros países.

Indirect questions – breve explicação

Indirect questions ou “perguntas indiretas” são um bom recurso para quando queremos ser educados em inglês, principalmente falando com estranhos. De uma forma geral, elas são perguntas feitas em duas partes – uma com uma pergunta de “yes or no” e a outra parte com a informação que você está buscando. Vamos ver alguns exemplos:

  • Excuse me. Do you know where the bank is?
  • Excuse me. Can you tell me what time it is?

A pergunta indireta permite ao ouvinte dizer “sim” ou “não”, se ela sabe ou pode responder àquela pergunta.

Repare que a segunda parte da pergunta está apresentada gramaticalmente como uma afirmação. Compare:

  • Do you know where the bank is?
    • No, I don’t. ou Sorry, I don’t know.
  • Where is the bank?
    • Sorry, I don’t know.

Discussões finais

Claro que existem outras formas de ser educado em inglês. Escolhi as que fossem mais simples, mas não tão iniciantes. Algumas dessas estruturas exigem que o aluno já saiba outros padrões da língua inglesa pra poder saber construi-las, mas isso não quer dizer que você não possa tentar usá-las. Sabe de outras formas de ser educado em inglês? Deixe nos comentários.


Esse material talvez tenha uma coisa ou outra um pouco mais avançada em inglês, mas sempre podemos aprender uma coisa ou outra, mesmo se o nosso nível é básico.

Então que tal começar a sua jornada do aprendizado de inglês com a nossa apostila grátis para aprender inglês sozinho! Temos também os volumes 2 e 3 (vocabulário) da apostila de inglês grátis!

Se quiser conversar com alguém para fazer intercâmbio ou estudar inglês fora do Brasil, mande uma mensagem que vou tentar lhe ajudar a encontrar a pessoa certa pra você!

Espero que o post tenha sido útil para você(s).

Não se esqueça de se inscrever no blog para não perder os próximos posts.

See you next time
Cheers!
Teacher Rod

1 Comments on “Ser educado em inglês”

  1. Pingback: Ser educado em inglês parte #2 | Inglês para Brasileiros

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: